sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Enquanto pessoas perguntam por que, outras pessoas perguntam por que não?

Tá, confesso! Minha esperança voltou. Sem motivo nenhum, mas voltou. Acho que nem chega a ser esperança, e sim coragem. Ou melhor: Cara de pau. Nunca pensei que iria dizer isso, mas cá estou.

De repente, no meio de tantos problemas e afazeres, me veio uma vontade de sair só vontade e ir logo pra prática. Lógico que não depende só de mim, mas vai que dá certo? Sei que a maioria não deu, mas pelo menos uma vez na vida quero ter pensamentos positivos sobre um futuro ato meu.

As chances são mínimas (ou quase inexistentes), a concorrência é quilométrica, nem todos conseguem, mas eu quero tentar. Sempre quis isso, e agora quero mais do que nunca ir em frente pra ver se eu tenho chance.




Irei... atrás de um emprego!




Ou não.

2 comentários:

Thyago David. disse...

tente, tente, tente.


:D

Estou na torcida.. ;]
Beijos moça.


nessatelacinza.blogspot.com

Rafaela Rocha disse...

"Mais vale a lagrima de ter perdido do que a vergonda de nao ter lutado!"

AVANTE ISOLDINHA