segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Talvez, luz

Seleciono. Organizo. Tabelo. Tudo tem que ter um nome. Tem mesmo? Não, não tem. O mal do ser humano é querer definir tudo em palavras. Cá estou eu errando mais uma vez, mas só assim consigo me sentir viva. As engrenagens param e eu consigo descer. Só por um tempo, pois logo, logo eu me juntarei de novo a essa maquinaria. Vagarosamente, sem entender muita coisa, como sempre, vou tentando juntar as peças desse quebra-cabeça que vai me revelar o nada que isso tudo representa.

O que era prazer virou vício, e o vício se tornou tédio. Todos eles me matavam, mas ter “evoluído” para esse último me mostrou que os outros dois só me levariam ao caos maior ainda. Já não consigo entender quem vive em uma busca incessante pelo que vai desaparecer já. Agora mesmo, aliás.

Olha bem pra mim, criatura, e me diz o que foi que tu levaste daqui. Está vendo essas lágrimas? Duas opções: Ou são de gente tão medíocre que tu é que servias como fonte do banal e grotesco para eles, ou, como eu, são pessoas que choram de pena de ti, que vieste ao mundo e não fizeste bem nem a ti, imagine a quem te rodeava e merecia isto.

E voltamos a visão pra cá. Pro reflexo do desespero de isso não aconteça nunca mais. Seria melhor buscar esses pequenos, caros e passageiros prazeres? Só se o cobrador não estivesse sempre li, à minha porta, me sugando cada linha dessa pseudo vida que tenho, me mostrando o quão tola já fui.

Claro que sou eu mesma me esperando à porta. Nada mais cruel e justo. Mas um dia eu atravessarei essa porta.

Continuo a etiquetar os dias. Sem sentido, sem lógica, vários rumos, uma solução. E é nesta última que eu persisto. Enfraquecendo, padecendo, torcendo pra que a esperança se vá, parando de me chamar de tola. Sozinha, só me restará a força. Com a esperança, a cegueira que ela me trás só me faz imaginar como o mundo seria se eu tivesse ajuda.


Devo continuar cega?

4 comentários:

Guilherme Crubellati disse...

Texto bem complicado de entender '-'
Ainda mais com o sono que eu estou :P Vou ter que ler mais vez amanhã para entender XD
;*

Rony disse...

Maldita existência.

domadora de leões disse...

ai, Isolda tu sempre faz eu me sentir bem, saber que tem alguem igual a mim :)

Caяoℓ Łeaℓ disse...

Seu Blog ta muito legal, parabéns! Mas que tal colocar seu blog com dominio proprio, muito mais facil das pessoas aprenderem seu endereço. Caso tenha interesse entre em contato conosco pelo endereço www.carolleal.com.br.